Wilder crê em luta de pouca duração com Joshua

By | 24/12/2017

Americano Deontay Wilder tem clamado por confronto com o britânico (Arquivo)

Sempre provocador, o americano e campeão CMB peso pesado Deontay Wilder, 32, não descarta triunfo rápido sobre o britânico Anthony Joshua, 28, detentor dos cintos AMB e FIB, com quem espera se deparar na próxima temporada para unificar a categoria, algo jamais visto na história. Por ora, os aficionados do esporte não têm nenhuma certeza de que o confronto será realizado muito por certa rejeição do time do súdito da Rainha por não abrir possibilidade de negociação neste momento.

Wilder (39-0-0, 38 KOs) revela ser um boxeador melhor e pede para as pessoas não se surpreenderem se Joshua (20-0-0, 20 KOs) não suportar sequer um round caso a luta seja concretizada. “Eu não acho que ele sobreviva a mim no ringue. Muitas pessoas dizem que eu falo bobagens então vamos ver se é isso mesmo”, ataca o ianque. Antes de efetuar o confronto dos sonhos, Wilder deve partir para encarar o cubano Luis Ortiz (28-0-0, 24 KOs) em conversações indicativas para 3 de março. De sua parte, Joshua caminha na direção de competir com o neozelandês Joseph Parker (24-0-0, 18 KOs), dono da coroa OMB.

2 thoughts on “Wilder crê em luta de pouca duração com Joshua

  1. Paulo Roberto Godinho

    Para início de conversa sobre essas possibilidades de Wilder, Ortiz, Joshua e Parker, é nítido que a próxima luta de Anthony Joshua contra Joseph Parker, para mim, é uma piada de mau gosto, e o inglês vai despachar o neo-zelandes, rápido, é só sair forçando a barra. Quanto a Deontay Wilder e Luiz Ortiz, esse, apesar de todas as limitações técnicas do cubano, ele é de fato um grande pegador e não lhe faltará coragem pára arriscar tudo contra o americano, que para mim, nunca se mostrou “valente”, nunca arriscando nada, embora sabedor de que é possuidor de um punch demolidor. Não é muito saudável para Wilder, estar falando de Joshua, antes de encarar Luiz Ortiz, uma etapa a ser superada antes de pensar no súdito de Sua Majestade Real. Se olharmos as campanhas amadoras de Wilder e Joshua, o primeiro é medalhista de bronze, e o segundo, de ouro. O inglês começou bem demais sua carreira de profissional, mas seu staff começou a colocar-lhe “massa física”, como se ele precisasse disso. O que vi nessa sua última apresentação, foi um Joshua lento , bem longe da facilidade como resolvia seus primeiros compromissos profissionais. As provocações de Wilder são características dos pesados americanos desde o tempo de Cassius Clay, e já fazem parte do marketing ; mas menosprezar Joshua, afirmando poder´pulverizá-lo no primeiro round, ele primeiro tem que pensar em Luiz Ortiz, mas, ainda que vença o cubano com facilidade, um encontro com Anthony Joshua, Wilder poderá ir por lã, e sair tosqueado.

    Reply
  2. Nathann Ramatis

    Wilder só perde para Ortiz isso é indiscutível

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *