Vit Klitschko aponta diferenças de boxe e política

By | 03/10/2017

Após pendurar as luvas, Vit Klitschko foi eleito prefeito de Kiev (Arquivo)

Nome certo para integrar no futuro o Hall da Fama Internacional do Boxe de Canastota (New York, EUA), Vitali Klitschko, 46, deixou os tablados em 2012 e logo partiu para as atividades políticas. Ele foi eleito prefeito de Kiev, capital da Ucrânia, e sonha em ser presidente de seu país natal. O ex-boxeador tem sido uma das grandes atrações da 55ª Convenção Anual do Conselho Mundial de Boxe (CMB) que se estende até a próxima sexta-feira em Baku, Azerbaijão.

Sem fugir de qualquer questão, Vit Klitschko avalia que atuar na política é batalha mais dura que o boxe. “A política é uma luta sem regras, com pessoas golpeando pelas costas, muitas vezes abaixo da cintura. No ringue, você só tem um oponente. Na política, você tem muitos rivais e nem todos seguem as regras, especialmente na Ucrânia. No esporte se as regras são quebradas, você é desclassificado, mas na política é um pouco diferente”, compara o atleta que foi três vezes dono do cinto dos pesos pesados.

Vit Klitschko revela trabalhar diariamente para transformar Kiev em uma das cidades mais atrativas da Europa e não dispensa qualquer esforço para alcançar seus objetivos. “Na vida e no boxe se você não luta, não ganha. Dessa forma você lutar por sua visão, seu sonho, seu país. Essa é a razão pela qual sigo e quero fazer a Ucrânia um país melhor. Não é um combate fácil. Existem muitos rivais”, sinaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *