Treinador sugere retiro de Pacquiao após revanche

By | 11/11/2017

Roach (e) tem sido o treinador de Pacquiao nos últimos 16 anos (Reprodução)

Ao ver o pupilo com muitas obrigações na posição de senador em seu país, o treinador Freddie Roach acredita que o traçado natural para o filipino Manny Pacquiao seria efetuar a revanche com o australiano Jeff Horn, sair vitorioso e, em seguida, pendurar as luvas. Parceiro do astro asiático nos últimos 16 anos, o técnico Hall da Fama avalia que Pacquiao não consegue mais manter a concentração e o interesse necessários com as duas atividades profissionais. O filipino completa 39 anos em dezembro.

Pacquiao (59-7-2, 38 MOs) perdeu a luta e o cinto OMB meio-médio (66,6k) em decisão controversa para Horn (17-0-1, 11 KOs) em julho passado, e o reencontro deveria estar sendo efetuado no fim desta temporada. Os intensos compromissos públicos do filipino impediram o avanço nas negociações, a ponto do australiano partir em outra direção e colocar o título em jogo contra o britânico Gary Corcoran, no próximo dia 13 de dezembro.

Sem combates à vista, Pacquiao está cada vez mais fincado em suas funções políticas e já não demonstra o mesmo comprometimento com os treinamentos e o foco nos adversários de ringue. Preocupado com esse quadro, Roach imagina o pupilo recuperando a coroa para não deixar qualquer mancha em seu nome já lendário. “Não posso conceber a Pacquiao um lugar secundário que não seja o de um campeão do mundo”, sentencia o treinador, torcendo para que a revanche com Horn ocorra em algum momento em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *