Técnico revela sonho de Deontay Wilder por 50-0

By | 17/11/2017

Wilder detém o cinto CMB e deseja unificação da categoria dos pesados (Reprodução)

Dono do título CMB dos pesos pesados, o americano Deontay Wilder, 32, não deixa de alimentar o sonho de ser o primeiro boxeador da categoria na história a atingir a marca de 50 triunfos consecutivos sem derrotas. Desde o momento em que se decidiu pelo profissionalismo, o pugilista ianque praticamente não deu chances aos seus rivais, permitindo apenas ao haitiano Bermane Stiverne a proeza de completar uma luta em pé ao fim de 12 rodadas – em 2015. O melhor registro dos pesados ainda permanece com o lendário Rocky Marciano com seus incríveis 49-0-0 (43 KOs).

“Você nunca sabe o que pode ocorrer em sua carreira, mas com a condição de que tudo caminhe bem, sem lesões, acho que Wilder pode conseguir esse registro, afinal, ele ainda deve ter de seis a oito anos no esporte”, analisa Jay Deas, treinador do ianque. Provocador ao extremo, Wilder (39-0-0, 38 KOs) quer a unificação da categoria e tem clamado pelo confronto com o britânico Anthony Joshua (20-0-0, 20 KOs), campeão AMB/FIB. É possível que a luta ocorra na próxima temporada, mas o time do súdito da Rainha tem partido na direção do enfrentamento com o neozelandês Joseph Parker, detentor do cetro OMB.

2 thoughts on “Técnico revela sonho de Deontay Wilder por 50-0

  1. Jorge Luiz Tourinho

    Chega facilmente aos 50-0 se enfrentar somente o canadense Birmane ou alguns de nível inferior. Quero voltar a ver independente o Comitê de Classificação do CMB e o Comitê de Campeonatos do mesmo CMB imune aos promotores e ao presidente Sulaimán.

    Reply
    1. ligadeboxev2 Post author

      Independência é o nosso sonho Tourinho. Mas os dirigentes dos quatro principais organismos não pensam dessa forma. Eles visam os valores obtidos com os pagamentos de sanções para títulos, por isso tantas disputas, tantos campeões insignificantes. Triste para o esporte.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *