Ranking CMB tem três brasileiros; nenhum top 15

By | 14/12/2017

Yamaguchi Falcão é o brasileiro melhor classificado pelo CMB (Divulgação)

O boxe brasileiro continua em luta árdua para recuperar o terreno e o prestígio do passado, mas nada tão simples. Prova dessa situação é que o mais importante organismo do esporte, o Conselho Mundial de Boxe (CMB) acaba de divulgar seu mais novo ranking (de dezembro) e, nele, apenas três atletas nacionais integram suas fileiras sem nenhum dentro do Top 15: Yamaguchi Falcão, Esquiva Falcão e Patrick Teixeira.

O CMB também inova em sua classificação ao implementar a parceria com o Boxrec.com, na qual todo lutador automaticamente tem seu nome com link direto ao site de consulta para comprovação de seus dados profissionais. Esse relacionamento havia sido discutido e aprovado na última convenção da entidade realizada em Baku, capital do Azerbaijão, no começo do mês de outubro.

Os brasileiros

O ranqueamento dos brasileiros está assim: por ser campeão latino, Yamaguchi Falcão é o #16 na divisão médio (72,5k), ao passo que seu irmão mais novo Esquiva Falcão é o #22 na mesma categoria de peso em que o cazaque Gennady Golovkin é o campeão. Já Patrick Teixeira surge no distante #30 entre os supermeio-médios (69,8k), no qual o americano Jermall Charlo detém o cinto verde.

Na história de apenas quatro donos de cintos mundiais no âmbito masculino, o Brasil pôde ostentar o cinturão CMB com o lendário Eder Jofre nos galos (53,5k) e nos penas (57,1k) e também com Miguel de Oliveira entre os supermeio-médios (69,8k).

Relembre:

CMB vê boxe longe de inovações no esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *