Por roubo de carros, boxeador é condenado

By | 21/06/2017

Kostecki saiu algemado do tribunal (Foto: Marcin Radzimowski)

É um duro golpe para um atleta que tinha tudo para brigar pelo título mundial. O polonês Dawid Kostecki, 36, foi condenado a cinco anos de prisão pela acusação de legalização de carros roubados entre os anos de 2010 e 2013. Durante julgamento ontem no tribunal, o boxeador permitiu que sua imagem e a sentença fossem tornadas públicas, sem constrangimentos. Ele saiu algemado direto para a penitenciária. Como ele havia ficado quase um ano detido, a pena promulgada agora descontará esse período.

Kostecki (39-2-0, 25 KOs) somou diversos cinturões menores na categoria meio-pesado (79,3k) que o estava colocando em condições de desafiar qualquer campeão em pouco tempo. Quando suas ações criminosas foram descobertas, sua carreira ruiu junto com a última luta (e derrota) em 2014. Kostecki e seus comparsas compravam, legalizavam – por meio de documentos falsos – e comercializam veículos de luxo roubados na Alemanha e Bélgica, notadamente Mercedes e BMW.

Os autos passavam então a circular livremente na Polônia e em regiões próximas. Pelo balanço judicial ao menos 20 carros foram furtados e cujo valor de mercado ultrapassou os US$ 2 milhões (R$ 6,66 milhões). O grupo de Kostecki ainda fraudou os impostos que deveriam ser pagos pela licença dos veículos somando outros US$ 10 milhões (R$ 33,3 milhões). Para lavar esse dinheiro, os bandidos chegaram a construir conjunto habitacional em Varsóvia, capital polonesa. O valor da venda das unidades era repassado a diversas contas controladas pelo bando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *