Polícia desmonta cartel explorador de boxeadores

By | 15/05/2017

Casa onde supostamente estavam os boxeadores (Foto: Polícia Nacional espanhola)

Após três meses de investigação, a polícia espanhola conseguiu desmantelar um cartel que explorava boxeadores na região de Terrassa, no norte de Barcelona. Segundo as autoridades, esse grupo supostamente forçava os lutadores a participar de competições contra a sua vontade em toda a Europa. Ao todo foram presos sete espanhóis suspeitos de integrar a organização sendo que todos estão sendo acusados de fraude, ameaças, falsificação e danos corporais.

A polícia declara ter libertado 19 vítimas do golpe que eram obrigadas a lutar sem possuírem licença para permanecer na Europa, exames médicos e mediante falsas licenças médicas e de atleta. Segundo a denúncia, a facção utilizava os conhecimentos de um ex-pugilista nicaraguense apelidado “El Terrible”, pois era ele quem fazia os contatos e convencia as vítimas a saírem de seu país natal para desembarcarem na Espanha.

Antes de colocarem os pés em solo espanhol, esses atletas recebiam convite de uma promotora de eventos para dar mais credibilidade ao golpe. Contudo, os boxeadores acabavam alojados em uma casa superlotada, em péssimas condições de higiene e limpeza e, o pior, tinham seus documentos apreendidos e ainda recebiam ameaças de que, caso não colaborassem, corriam o risco de ver agredidos seus familiares na Nicarágua. Todo o dinheiro ganho com os combates desses lutadores permanecia em poder dos criminosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *