Nocaute! Lomachenko sofre revés para pequeno rival

Calma. Não se precipite. Um dos maiores boxeadores da atualidade e possivelmente #1 libra por libra em pouco tempo, o ucraniano Vasyl Lomachenko, 29, finalmente encontrou um adversário capaz de nocauteá-lo. Em brincadeira com um de seus dois pequenos filhos, o boxeador se deixou levar golpes até cair no tablado, assumindo a derrota.

No papel sério, porém, Lomachenko (8-1-0, 6 KOs) vem construindo uma carreira sólida, capaz de alçar seu nome na história. Na última madrugada, ele castigou o mexicano Jason Sosa (20-2-4, 15 KOs) até o córner do oponente sinalizar a desistência antes do começo do 10º giro, dentro do MGM National Harbor, da cidade de Oxon Hill, estado de Maryland (EUA). O ucraniano manteve pela segunda vez o cetro OMB superpena (59,8k).

Logo ao fim do combate, Lomachenko se mostrou disposto a enfrentar os melhores adversários possíveis, citando a revanche com o asteca Orlando Salido (único a superá-lo no profissionalismo). Na falta de acordo, o atleta do Leste Europeu não descarta subir mais uma divisão – a dos leves (61,2k) – para desafiar estrelas como Mikey Garcia e Terence Crawford ou partir para cima do invicto britânico Terry Flanagan, detentor do cetro OMB leve.

O único rival descartado por Vasyl Lomachenko é o filipino Manny Pacquiao, mas por uma razão lógica. “Nos próximos dois ou três anos, ele terminará sua carreira e eu não vou ganhar de um velho. Para mim seria um disparate completo perseguir uma luta como esta. Ele (Pacquiao) tem sua carreira e eu tenho a minha”, finaliza Lomachenko.