MayMac: McGregor pede por juiz internacional

By | 10/08/2017

Ringue promocional já está montado no T-Mobile de Las Vegas (Reprodução)

Os bastidores do embate entre Floyd Mayweather e Conor McGregor ganham novos capítulos a cada dia. Em ação não muito comum, o time do irlandês solicitou à Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC, por sua sigla em inglês) que seja designado um árbitro internacional para trabalhar no confronto agendado para o próximo dia 26 no T-Mobile Arena de Las Vegas, Nevada (EUA). O pedido será analisado na reunião do organismo na quarta-feira (dia 16) da semana que vem, assim como se aceita o uso de luvas de 8 onças em vez das regulamentares 10 onças para a divisão supermeio-médio (69,8k).

McGregor e sua equipe não indicaram qualquer nome, porém, já sabem que apenas três árbitros internacionais (um do Canadá, um da Itália e mais um da Inglaterra) estiveram entre os 42 oficiais atuantes nas últimas 14 apresentações de Mayweather em Las Vegas desde 2006. Todos os outros eram americanos. “Em nossa próxima reunião avaliaremos o pedido, definiremos se é justo e se vamos levar em consideração”, aponta Bob Bennett, diretor Executivo da Comissão de Nevada.

A preocupação de McGregor pode fazer algum sentido porque o atleta acredita que desenvolverá um combate mais físico e agressivo para amenizar as inúmeras vantagens técnicas de Mayweather e ele não está acostumado às regras específicas do boxe. O time do irlandês contratou o experiente terceiro homem de ringue Joe Cortez para controlar suas sessões de sparring e ministrar aulas sobre as determinações do esporte das 16 cordas.

Erros e acertos de árbitros e juízes em combates de boxe são naturais, assim como nas artes marciais mistas (MMA) e há vários exemplos dentro do UFC, por exemplo. Mesmo Mayweather – que se em algum momento foi beneficiado dentro do ringue – também acabou sendo prejudicado quando teve apontadas vitórias por decisão majoritária sobre Saul “Canelo” Alvarez (2013) e Marcos Maidana (2014), mesmo dominado a maior parte das rodadas. Os dois confrontos foram na mesma Las Vegas e sob supervisão da Comissão de Nevada.

Relembre:

Comissão vota uso de luva menor para MayMac

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *