Mãe se mata ao discutir luta de Anthony Joshua

By | 05/09/2017

Mulher Felicity (e) havia relatado intenção de suicídio ao marido Chris Hyde (Reprodução)

Uma história só agora revelada provoca choque nos amantes do boxe. Uma mulher britânica, mãe de três filhos, suicidou-se depois de forte discussão com o marido em razão do combate entre Anthony Joshua e Wladimir Klitschko, disputado no último dia 29 de abril no Wembley Stadium – capaz de atrair 90 mil pessoas ao local, afora os milhões de torcedores espalhados pelo mundo sintonizados nas transmissões pela TV.

Felicity Hyde, 38, entrou em desacordo com o marido Chris Hyde, 46, depois que ele levou alguns amigos para a residência do casal para acompanhar o embate Joshua e Wlad Klitschko. Depois que a luta acabou, a mulher desceu as escadas e reclamou que o grupo estava fazendo muito barulho, desrespeitando sua casa e que ela queria dormir.

Em depoimento à polícia, Chris Hyde revelou que a discussão continuou no dia seguinte – ele alegando que a mulher deveria rever seu comportamento e, ela, afirmando o desejo de resolução de todos os problemas apontando o divórcio como caminho final. “Nós não tínhamos o hábito de brigas e a palavra divórcio acabara de ser mencionada por ela. Pensei que éramos felizes”, declara o marido.

O casal não chegou a fazer as pazes, mas o marido não via nenhuma indicação de que a mulher iria se matar ou ferir-se. Entretanto, na segunda-feira (dia 1 de maio), Felicity disse a ele e aos três filhos que tinha intenção de tirar a própria vida. Ninguém levou a sério as ameaças, porém, a mulher se enforcou na garagem na cidade de Blackpool. O médico legista confirmou tratar-se de suicídio. “Não poderia acreditar no que ela pretendia fazer. Foi um momento de loucura”, desabafa Chris Hyde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *