Lomachenko imagina Rigondeaux sem agressão

By | 29/11/2017

Lomachenko tem observado lutas do rival para adotar estratégia (Reprodução)

“Eu não o vi ser muito agressivo em suas lutas”. A análise é do ucraniano Vasyl Lomachenko, 29, sobre as últimas apresentações do cubano Guillermo Rigondeaux, 37, com quem se depara no próximo dia 9 de dezembro no Madison Square Garden de New York (EUA). O atleta europeu não consegue ver o oponente mudar seu estilo de movimentação constante para só aplicar seus disparos somente com certeza absoluta, mas fugindo das trocas de golpes, com pouca agressividade. O ucraniano estará colocando em jogo seu título OMB superpena (58,9k).

Lomachenko (9-1-0, 7 KOs) revela estar treinando todos os tipos de socos, por diversos ângulos e garante aplicar pressão no adversário ao longo de todo o confronto. Para muitos especialistas, porém, o início da luta deve ser em ritmo muito lento devido à alta qualidade técnica dos dois boxeadores, mas tudo ficará aquecido com o andamento das rodadas já que se trata de dois dos melhores da história do amadorismo, ambos com duas medalhas olímpicas de ouro e sólidos campeões mundiais na esfera remunerada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *