Campeã mundial de kick e thai voa para o boxe

By | 20/01/2018

De origem muçulmana, Ruqsana Begum tem vida marcada por desafios (Reprodução)

Ela quebrou inúmeros tabus e agora espera romper outro. A britânica de origem indiana Ruqsana Begum, 34, vem incrementando os treinos de boxe para adotar o novo esporte depois de consagrar-se campeã mundial de kickboxing e muay thai. A atleta ainda não aponta data para estreia nos tablados, mas sua dedicação ao longo da carreira e da vida serão capazes de fazê-la ser forte concorrente.

Apelidada de “A Princesa Guerreira”, Begum é de origem muçulmana e durante muito tempo manteve em segredo dos pais seus treinos esportivos. Devido à sua elevada técnica e determinação já não pôde mais esconder seus sonhos, competindo regularmente até a obtenção de títulos. Em vez de desfrutar apenas de seu sucesso pessoal, ela preferiu estender suas lutas para a ministração de aulas gratuitas para mulheres de sua mesma religião, afora os trabalhos voluntários em ginásio voltados para retirar das ruas crianças e adolescentes.

A batalha e as realizações de Ruqsana Begum são ainda mais intensas, pois ela sofre de Síndrome da Fadiga Crônica, cujos sintomas poderiam afastá-la dos treinos e das competições e causar-lhe sérios danos físicos a longo prazo. Preocupada em manter as tradições religiosas, ela desenvolveu linha de hijab esportivo (lenço que as muçulmanas usam na cabeça) para atletas não profissionais, produzida em material mais leve e respirável. Inicialmente ela tentou produzi-la na Inglaterra, mas sem apoio, conseguiu selar parceria com empresa no Paquistão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *